Qual o valor mínimo de entrada para financiar um imóvel?

Se a pergunta “Qual o valor mínimo de entrada para financiar um imóvel?” está na sua cabeça, você abriu o artigo certo. Realizar a meta de ter a casa própria pode parecer complicado, mas não é bem assim. A partir de um bom planejamento e estudo você pode concretizar este sonho. E como juntar uma reserva financeira para comprar à vista está longe da realidade de muitos brasileiros, o financiamento imobiliário é a melhor alternativa. No entanto, é necessário cumprir alguns critérios antes de assinar o contrato final. Entenda estas questões e confira qual o valor mínimo de entrada para financiar um imóvel nos próximos parágrafos.

Saber qual o valor mínimo de entrada para financiar um imóvel te ajudará a avaliar o momento certo de fazer o seu financiamento imobiliário.

Qual o valor mínimo de entrada para financiar um imóvel?

Optar pelo financiamento imobiliário significa solicitar a uma instituição financeira o crédito para a compra de um imóvel. O valor é destinado ao vendedor e, em contrapartida, você paga o imóvel em parcelas, acrescida de juros, ao banco.

Entretanto, o comprador deve apresentar uma quantia de entrada, que será descontada no preço total do imóvel.  A resposta para a pergunta ‘qual o valor mínimo de entrada para financiar um imóvel?’, é que, em média, as instituições financeiras exigem uma entrada referente a 30% do valor do imóvel, mas é possível encontrar percentuais mais baixos. A Caixa Econômica Federal, por exemplo, realiza financiamento com entrada mínima de até 10% para determinados imóveis.

Se você tem o montante para a entrada do seu financiamento, saiba que a aprovação do crédito só acontece após uma análise do banco. Além dos documentos e comprovantes que você precisa apresentar, haverá buscas no SPC, Serasa, Receita Federal, INSS e outros. Em caso de irregularidades graves, o cadastro pode não ser aprovado.

Um segundo critério do banco é a comprovação de renda. O objetivo é cumprir a norma de que o valor da prestação não comprometa mais do que 30% da sua renda familiar. Neste caso, não é somente a renda do comprador que é levada em conta, mas de todos os moradores da futura casa ou apartamento.

Lembre-se que, independente de qual o valor mínimo de entrada para financiar um imóvel, se houver a possibilidade de dar um valor de entrada maior, não desperdice. Será a chance de reduzir o número de parcelas do seu financiamento e fugir dos juros. 

Comprar apartamento em 2019 – Como se planejar

 

Opções de financiamento

Independente se o seu objetivo é comprar um imóvel novo ou usado, após a aprovação de cadastro, o imóvel será avaliado. A instituição financeira enviará um profissional para inspecionar o local e verificar suas condições. Nesta etapa, participam somente o banco e vendedor/negociador.

Abaixo estão algumas diferenças de financiamento de acordo com modelo de imóvel.

Imóvel novo

Financiar um apartamento novo é ter garantia de uma compra segura. O imóvel nunca foi habitado e estará em perfeitas condições de uso. Para esses imóveis, a Caixa e outros bancos permitem financiar até 80% do valor total.

Imóvel usado

Comprar um imóvel usado tem a sua vantagem quando o assunto é preço, porém requer avaliação. Você precisará analisar o estado do imóvel, a necessidade de reformas ou manutenções, que podem torná-lo mais caro no final. O teto do valor de financiamento de imóveis usados é menor, atualmente chega a 70%.

Imóvel na planta

Se você não tem pressa em mudar de casa, comprar na planta pode ser a melhor saída. São imóveis mais baratos e há oportunidades de negociações facilitadas. O indicado é comprar seu imóvel através de uma construtora de confiança. O financiamento bancário nesta modalidade tem diferenças, como distinções no prazo do pagamento das parcelas e na cobrança de juros. Algumas construtoras oferecem financiamento próprio, favorecendo as oportunidades de negociação.

Saiba quais são as 5 maiores vantagens em sair do aluguel

Escolha o imóvel que ofereça conforto e qualidade de vida para você e seu parceiro.

Outras informações para fazer seu financiamento com segurança

Antes de iniciar o processo para o financiamento imobiliário, além de entender qual o valor mínimo de entrada para financiar um imóvel, busque o máximo de informações sobre exigências e custos extras. 

  • Valor das prestações

A parcela do financiamento é calculada seguindo os principais encargos, como juros, seguro de morte e invalidez e taxas de administração. Por isso, o valor das prestações tende a variar de acordo com a realidade da compra. Calculadoras online permitem que você simule o financiamento e saiba qual será a quantia que terá que arcar mensalmente.

  • Custos com documentação

Além do valor de entrada, os custos para a documentação do imóvel é de responsabilidade do comprador. O cálculo feito normalmente por especialistas é de que você gastará cerca de 5% do valor do seu apartamento ou casa, somente com escritura e registro em cartório, ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis) e outras taxas. Nos últimos meses, algumas instituições financeiras vêm incluindo o custo da documentação no financiamento. Informe-se sobre esta possibilidade.

  • A primeira parcela

A primeira prestação do financiamento deve ser paga em exatamente 30 dias após a assinatura do contrato. Se o Sistema de Amortização optado for SAC (Sistema de Amortização Constante), o valor das parcelas vão decrescendo até o prazo final. Já no Tabela Price as prestações serão sempre fixas.

  • Uso do FGTS

É permitido usar o saldo do FGTS como parte de pagamento de um imóvel, para amortizar o saldo devedor ou quitar prestações de seu financiamento. Algumas das condições para a utilização do FGTS é ter no mínimo três anos de carteira assinada e não possuir outro financiamento ativo. Se este benefício for de seu interesse, avalie se você cumpre todas as cláusulas.

Comprar um imóvel a partir de financiamento imobiliário é coisa séria, mas através de um bom planejamento pode se tornar realidade. Ao longo do artigo você pôde tirar a dúvida de qual o valor mínimo de entrada para financiar um imóvel, além de outras informações importantes.

Se você busca comprar um imóvel com qualidade e segurança, conheça o portfólio de empreendimentos da LAAR.  A construtora LAAR conta com apartamentos em construção e prontos para morar.

Simule o financiamento de um LAAR.